Licenciamento Ambiental: Entenda Como Funciona

Licenciamento ambiental 

A perseguição da atividade econômica, o empreendedorismo e a livre iniciativa são um dos fundamentos do Estado brasileiro, e reconhecido que os seres humanos não produzem e não vivem sem um meio ambiente equilibrado. É comum que estes dois pontos entrem em conflito, pois ao ir atrás de atividades econômicas com certeza causará impactos ao meio ambiente, os quais podem chegar a serem irreversíveis 

O licenciamento ambiental serve como um importante instrumento para exercer o controle indispensável sobre as atividades dos seres humanos em relação as condições ambientais. Por meio dele, se desenvolve a conciliação do desenvolvimento econômico com os recursos naturais.  

O licenciamento ambiental é obrigatório para quaisquer empresas, empreendimentos e qualquer atividade que utilizam recursos naturais ou que possam causar poluição ou algum mal ao meio ambiente.  

Fases do Licenciamento Ambiental 

O processo de licenciamento ambiental possui três etapas: 

Licença Prévia (LP) 

Deve ser solicitada durante a fase de planejamento da implantação, alteração ou ampliação do empreendimento. Apenas aprova a viabilidade ambiental e define as exigências técnicas para o desenvolvimento do projeto, mas não libera autorização para a sua instalação. 

Licença de Instalação (LI) 

A empresa, depois de receber a comprovação que o projeto não degrada o meio ambiente, obtém a licença de instalação, que aprova os projetos e libera o início das obras e levantamento de instalação. 

Licença de Operação (LO) 

Após a vistoria para verificar se todas as exigências foram atendidas, a licença de operação é concedida; ela autoriza o início do funcionamento do empreendimento ou obra das atividades produzidas. 

Quer saber mais sobre assuntos relacionados à segurança e meio ambiente? Acompanhe nosso blog Soul News e fique por dentro   

Confira novidades em nosso Facebook.